O Carnaval é um sentimento

*Patrícia de Paula Gomes

Tem um tempo que eu me permiti viver o carnaval de forma diferente, abri meu coração para uma festa que vai muito além de música e bebida.

Há anos eu fui no meu primeiro carnaval de verdade, super tímida, uma vergonha interna que não me permitia me fantasiar. Em Olinda, junto com meus amigos mais queridos, eu entendi que o Carnaval também é entrega.

De lá pra cá eu fui, a cada ano, me entregando mais e vivendo experiências incríveis. Eu consigo quase tocar na alegria que me invade quando a banda toca e a gente vai atrás do bloco.

Quando vejo aquelas pessoas lindas, fantasiadas, mostrando o que tem dentro de si. Sim, o carnaval também é aceitação – do outro e, sobretudo, de si.

Em meio a tudo, o Carnaval nos conecta. E este ano, mesmo em casa, eu te convido a deixar esse sentimento entrar. Não vamos deixar a tristeza fazer a festa. O carnaval SOMOS NÓS.


*@patidepaula, brasiliense, jornalista, otimista. Sou criativa, sou multi, sou muitas Patrícias. Sempre em busca de autoconhecimento, tenho, cada vez mais, sentido uma potência muito grande dentro de mim. Potência de realização, comunicação, de que posso inspirar o melhor das pessoas. Busco formas de colocar isso no mundo e escrever tem sido uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *