Carta aberta aos homens no dia das mulheres

Imagem de uma corda arrebentando

*Taciana Collet

Quero que minha força não deixe você fraco
Que meu poder não coloque você submisso
Que minha autoridade não te desrespeite
Que meu corpo não seja para testar e brincar com sua masculinidade.

Durante algum tempo, achei que pra ser mulher poderosa eu precisava agir como homem de poder
E descobri que ser homem pode ser mais complicado do que parece
Ser homem nos dias de hoje deve ser mais difícil ainda
A todo momento, precisando provar que é macho.

Porque vocês aprenderam que precisavam dominar mesmo que pra isso fosse preciso nos colocar um freio
Imagino a força para segurar essas rédeas
Porque também aprendemos a lutar pra ser quem somos
E descobrimos que uma mulher pode oferecer a mão para juntar-se a outra mão para segurar naquela mão e formar uma corda de proteção.

Homens de um lado, mulheres de outro
Ora no ataque, ora na defesa
Chega uma hora que cansa esse cabo de guerra.

Não sonho com mulheres dominando a Terra
Não penso em muros para delimitar trincheiras e nos separar
Quero derrubar paredes
Para poder enxergar o meu respeito no seu respeito
A minha força na sua força

Que eu possa olhar nos olhos de cada um de vocês com admiração pelo ser tão humano a minha frente
Humanos, somos todos da mesma espécie
De passagem para construir juntos, lado a lado
Não estranhe se hoje, no dia celebrado das mulheres, eu lhe abraçar
É um desejo de trégua seguido de paz.


*@tacianacollet é uma das fundadoras do Vida de Adulto, escreve às sextas-feiras, duas vezes por mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *