Permissão pra sonhar

Imagem ilustrativa do texto Permissão pra sonhar, de Sarah Nascimento
Foto: Escultura em lego do artista Nathan Sawaya

*Sarah Nascimento

Antes de começar a leitura, uma pergunta. Você sonhou hoje? Não, não enquanto dormia. Quero saber se, durante o dia que se segue, houve sonhos que fizeram vibrar seu coração. O sonho é um dos nossos elos com o mundo oculto. É do campo do espírito, que chega em missão para libertar a realidade subjugada pela racionalidade mental.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Trazê-lo para o campo da matéria é nosso maior poder e desafio, pois a pulsão criativa esbarra no alcance limitado do olhar, da mente que precisa ver para crer. Ela vê falta de dinheiro, doenças, restrições físicas, crises políticas, guerras e conclui: “Não dá! Não dá pra fazer…!”.

A alma, que já andava toda animada, recolhe-se, aguardando outra oportunidade.

Uma nova situação aparece – um amor, um projeto profissional. “Lá vem de novo..!”, celebra. Emerge o sorriso, a vontade de se jogar. De novo, a mente analítica pensa, pensa… Não vê certezas e diz-lhe que volte para o seu quarto. “Esquece! Vamos cumprir o programado. É mais seguro”.
⠀⠀
Assim o tempo passa e vida se esvai. E ninguém entende por que a depressão, ansiedade e o câncer devastam o mundo moderno. Culpa da mente? Ela faz o que pode, afinal a ela não foi dado o dom da visão.

É o coração que enxerga para além do que os olhos veem, mas perdeu seu trono. Como recuperar esse poder?

Evidentemente não é vendo pelo nosso órgão muscular. Jon Kabat Zinn, cientista americano e renomado professor de meditação, diz que “só se está plenamente atento quando se vê com todos os sentidos”. Apesar de referir-se à atenção plena, para mim, a explicação é um norte sobre como voltarmos a ver com coração.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Se diante de uma situação, minhas células se ativam, os olhos brilham, eu me sinto energizada, não importa a incerteza! Eu reconheço que o meu Ser se move naquela direção e permito. Pela agitação mental que irá se seguir, reconheço as partes de mim com medo. “Sim, é novo, mas é por aqui. Com o seu discernimento, mente, você vai me ajudar.” Cajado restituído ao cor-ação, é abrir a gaveta de sonhos e agir.


*@sarahnascimento.evolucao é uma das fundadoras do Vida de Adulto. Atualmente participa como colaboradora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *