Sobre mergulhos e outros caprichos

Suellen Alves no Blog Vida de Adulto
Ilustração: Lena Muniz

*Suellen Alves

Enrolava os cabelos enormes nas mãos, se movia em cada detalhe do seu corpo. Falava alto, pensava alto, sofria baixo!

— Não sei molhar os pés, eu quero mergulhar!

Disse ela com os olhos marejados de cansaço dos desejos latentes e tão distantes de serem alcançados.

— Nessa intensidade toda, teu corpo não aguenta, é preciso frear!

Disse a terapeuta com um olhar de reprovação que ela não verbalizava, porém Luana viva que só, percebia, ah se percebia!

— Não sei viver de outro jeito, o tempo é curto, quero tudo e agora!

Passado um minuto, senta no divã, pensa, deita novamente:

— Parece coisa de gente mimada, né Helena? Eu sei…

Conclui sozinha, num tom de insegurança e capricho, típico dos adultos que se recusam a deixar a criança manhosa em si adormecer.

— Há tempos você me disse que o amor é construção e, apesar de cafona, a senhora em você continua querendo monogamia, bebês e casinha… Aquela mulher ficou na sessão da semana passada?

Ela respira fundo, rói uma, duas, três unhas e diz, dramática:

— Está bem aqui na sua frente, foi apenas mais um desses surtos em que acredito na construção do amor romântico, aquela beleza que se vê nos filmes e esqueço que toda vez que abri o coração, enfiaram um punhal e giraram, isso não é pra mim!

A terapeuta olha o relógio e antes de dizer qualquer coisa é interrompida pela paciente.

— Tá, estou exagerando, sou intensa, você sabe… Quero a sorte de um amor tranquilo… Se não é tranquilo, não é amor… Amor que não traz paz não merece o nome que tem! É no máximo paixão e paixão… Preguiça! Não tenho idade para isso!

A terapeuta ri e diz:

— Pelo jeito vamos longe nesse assunto. Aguardando as cenas do próximo capítulo!

Ela levanta com o nariz empinado, solta os cabelos e diz cheia de certeza:

— Não terão cenas do próximo capítulo. Resolvo a situação essa semana!

Luana se despede e sai da sala decidida. Tira um lenço da bolsa, confere os olhos levemente borrados das três camadas de rímel que obviamente não são à prova d’água, limpa-os e segue a vida. Como todas nós que já tivemos os olhos borrados por criar expectativas!


*@sueallves é atriz, roteirista, produtora e diretora audiovisual, um coração que transborda e uma certeza: Artista enfeita tudo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *