Mar de reflexões…

Carla Caroline escreve o texto Mar de reflexões
Vista do mar de Salvador, Bahia (Foto: Arquivo) pessoal

*Carla Caroline

Queria poder escrever sobre a Bahia, suas belezas e minha passagem por Salvador. Mas, ao parar e olhar para as poucas fotos da viagem de quatro dias, percebo que o que jorra de mim é um verdadeiro mar de reflexões. Um mar de ideias, análises e autoconhecimento.

Decidi ir sozinha, sem que a solidão me fizesse companhia. Ficar o máximo possível longe das redes sociais e do celular foi libertador. Pude ouvir. Ouvir as ruas, as pessoas as histórias. Pude me ouvir. A cada relato que chegavam aos meus ouvidos, me permitia olhar mais para quem sou, estou e, principalmente, para quem desejo ser.

Observar o mar e as ruas em silêncio, sem qualquer expectativa e apenas agradecer.

Assim foram quase todos os momentos. Uma constante observação do meu eu, por meio daquilo que transbordava de quem estava próximo.

A bissexualidade de um. As relações religiosas da outra. A face de quem passeava pelo Pelourinho. As vozes daqueles que visitavam o Farol da Barra. Os carros passando pelo famoso circuito Barra-Ondina.

O gosto e o cheiro do acarajé. O brilho das pessoas. O casal que viaja em uma Kombi. O veterinário que saiu de Sergipe em sua moto, para trabalhar em Salvador, em uma viagem de dois dias. Tudo tinha uma única função: me fazer desembocar num amplo mar de reflexões.

Compreender as feridas, as alegrias e os percalços de quem me olhou e, mesmo sem intenção, me “desnudou”, trouxe novo vigor, mais amor e uma força enorme para que eu opte por seguir. Seguir meu amplo mar de desafios, conquistas, lutas e aprendizados.

Dos dias de autoamor, trouxe descobertas. Amo a solitude, mas sinto falta do barulho da minha casa e da minha família. Gosto de sentar, comer e ouvir música sozinha, porém meu companheiro faz falta para partilharmos piadas internas. Novas amizades são prazerosas, no entanto, há conexões do passado que podem agregar e fazer bem se mantidas com carinho e respeito.

Por fim, agradeço a duas mulheres que me levaram para “nadar nas correntezas”. Pati (@patisouzal) e Carol (@carolamada), vocês foram fundamentais para que eu decidisse me “jogar” nesse mar, que terá “nados” anuais mais seguros e desafiadores.


*@carlacaroline25 é jornalista e colaboradora fixa do Vida de Adulto. Veja Quem é Carla Caroline.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *