Sete. Desafios e perfeições de São Paulo

Foto: Arquivo pessoal

*Carla Caroline

Vinte de janeiro de 2013 foi o dia em que me mudei. Todas as rotas foram alteradas. Deixei meu conforto, minha família e tudo o que conhecia para ir rumo ao que, até aquele momento, era desconhecido.

Nos últimos 2555 dias, além da certeza de que tudo caminhava para o bem, pude entender que anjos não ficam (apenas) no céu e que podem ser encontrados personificados em pessoas, mesmo em meio ao caos, ao amor e às realizações paulistanas.

Sou grata a São Paulo, que me fez compreender a tão falada perfeição do número 7.

E, para comemorar os sete anos no lugar em que escolhi viver, amadurecer profissional e pessoalmente, gerar uma vida e investir em uma família, pontuo sete coisas que me fazem gostar muito ou pouco de aqui permanecer:

  1. Vários encontros serão marcados e poucos acontecerão, afinal… a galera vive correndo;
  2. Diversidade e preconceito frequentam os mesmos lugares. Porém, você pode sair de pijama que poucas pessoas irão perceber. Cada um cuida da própria vida, né?
  3. O transporte público oferece enredo para uma centena de livros. Mas muitos olham e têm preguiça de dizer: “Bom dia!” Ou é só falta de educação mesmo;
  4. Tem o povo mega ativo, cujo dia rende 48h e os que sequer conseguem respirar e falam que o sonho é se aposentar para morar no interior;
  5. É possível morar em um condomínio por quatro anos sem usar a piscina do prédio (sou dessas… rs);
  6. Existe a possibilidade de aquele vizinho que você pensa conhecer do metrô, na verdade, ser “famoso” e deixar os sapatos jogados no corredor (posso pegar e leiloar no eBay?);
  7. Você vai reclamar do trânsito, da sujeira, das pessoas e, mesmo assim, vai amar a loucura de São Paulo!

*@carlacaroline25 é colaboradora fixa do Vida de Adulto. Escreve aos domingos, a cada 15 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *